sexta-feira, novembro 11, 2011

1590. No centro

Quando aquela ameixa caiu da sua árvore um ayatollah rezava em Teerão e um jogador de rugby treinava placagens num campo da Nova Zelândia.

Mas o mundo não roda apenas em torno de ameixas, ayatollahs e jogadores de rugby. Há presidentes da república, corretores de bolsa, acordeões, sapatos de verniz, primeiros ministros, princesas, carapaus, baldes de lixo, futebolistas, atacadores, sacerdotes, restauradores, guitarras campaniças, computadores, bailarinas, águias reais, deputados, funileiros, atores e atrizes, conspiradores, barqueiros, loucos, bêbados, terroristas, médicos, pilotos, sapateiros, máquinas de calcular, sanitas, chinelos de quarto, soldadores, senadores, cálices de licor, castanhas assadas, mandioca, telemóveis, hidroaviões, crocodilos, bandeiras, chefes, lápis, auscultadores, máquinas fotográficas, estetoscópios, lâminas de barbear, cervejas, cavalos, enfermeiros, telenovelas, rabiscos, apara-lápis, sucata.

O tordo, sentindo-se excluído da lista, picou em voo rasante e comeu a ameixa.

2 comentários:

Mirian Martin disse...

Ah, mas por um momento, um breve momento, ela foi o centro da atenção do tordo. Na verdade,não só por um breve momento, mas enquanto ele a comia por inteiro.Para algumas ameixas, isso é quase o "mundo inteiro"! :)

Janita disse...

Pois não!
O mundo não gira em torno de ameixas nem de Reza Pahlavi nem de Farah Diba nem de Soraya nem do Xá da Pérsia...enquanto ele Rezava.

Mas foi a ameixa o centro da atenção do TORDO... que nem precisou andar em TORNO dela...

Isto se a ameixa caísse de uma árvore no centro do Irão há 30 anos atrás. :))